Operação da PRF alerta para ultrapassagens

A ação que pretende fiscalizar e orientar os condutores


Image title

Começou à meia-noite de sexta-feira (09) a Operação Aparecida, da Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF/PI). A ação que pretende fiscalizar e orientar os condutores nas estradas, tem chamado atenção, em especial, para as ultrapassagens indevidas. A operação segue até a meia-noite desta segunda-feira, (12). Para evitar acidentes causados por ultrapassagens indevidas, a PRF fez uma restrição para o tráfego de caminhões de grande porte. Fica proibido o tráfego de caminhões bitrens e cegonhas em pistas simples de 6h ao 12h de sábado (10) e do domingo (11), já na segunda-feira (12), o horário de restrição vai de 18h a 0h.

Segundo o inspetor Almir Bílio, a PRF tem trabalhado com o intuito de fiscalizar e orientar aos condutores para que estes não arrisquem suas vidas na tentativa de realizar ultrapassagens indevidas e ainda multas no valor de R$ 1.915.

“Essa medida de restrição é para evitar que os condutores arrisquem ultrapassagens indevidas e perigosas, o que tem sido a causa colisões frontais, resultando em acidentes com vítimas fatais e ainda multas. A nossa ação tem o foco de orientar os condutores a evitar esses riscos desnecessários”, ressalta.

A PRF do estado vai atuar em trechos de maior vulnerabilidade de acidentes, como é o caso da BR 343 e da BR 316, considerados pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) um dos pontos de grande periculosidade no país.

Além desses, os agentes vão fiscalizar as curvas na Região de Buriti dos Lopes, as retas de Piripiri, trechos na Região de Picos e de Monsenhor Gil.

Para Almir Bílio, a PRF/PI além de focar na questão da ultrapassagens indevidas, vai alertar aos condutores quando ao controle de velocidade, ingestão de álcool e ainda quanto a conduta dos motociclistas. “Estamos agindo com a fiscalização e orientação, inclusive, com a ajuda do Projeto do Cinema Rodoviário. Estamos focando em quatro pontos principais, a ultrapassagem perigosa, o uso de álcool indevido, alta velocidade e ainda as motocicletas, por aumento vertiginoso da frota no estado”, esclarece.

Na Operação Aparecida, a PRR/PI vai atuar com uma estrutura formada por 295 policiais rodoviários, 40 viaturas, 10 etilômetros, 5 radares. Nessa ação não serão utilizadas motocicletas, por conta destas estarem atendendo a demanda do Círio de Nazaré, realizado em Belém no Pará.

Fonte: Lindalva Miranda e Márcia Gabriele - Jornal MN