Operação deixa 2.300 crianças sem aula no Rio de Janeiro

A decisão de suspender as aulas foi tomada por medida de segurança.

A operação que acontece nesta terça-feira (12) na Favela do Mandela, no conjunto de favelas de Manguinhos, deixou 2.300 crianças sem aula. As informações são da Secretaria municipal de Educação. Na ação, foram apreendidos 100 kg de maconha, segundo informou a assessoria da Polícia Civil.

Segundo a Secretaria, há duas creches e duas escolas municipais no local. A decisão de suspender as aulas foi tomada por medida de segurança.

Já a Secretaria estadual de Educação informou, por meio de sua assessoria, que há duas escolas em Manguinhos: Colégio estadual Professor Clóvis Monteiro, na Avenida dos Democráticos, e Colégio estadual Luiz Carlos da Vila, na Avenida Dom Hélder Câmara. Segundo a Secretaria, a decisão de interromper as aulas é tomada pelos diretores das unidades. A assessoria, no entanto, não soube dizer se as aulas foram interrompidas.

Além da droga encontrada, policiais da Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae), com apoio de diversas especializadas, apreenderam também cerca de 30 motos roubadas.

Segundo a delegada Márcia Becker, titular da Drae, a ação foi desencadeada a partir de informações de locais onde estavam sendo armazenados drogas e armamentos.

Segundo o delegado Marcio Mendonça, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), há vários presos e detidos.

Há informações ainda não confirmadas de mortos no local.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br