Operação para achar suspeitos de atirar em policial militar interrompe obras do PAC

A operação, que também aconteceu no Morro da Chacrinha, entre os bairros da Tijuca e Rio Comprido

As obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) no Morro do Turano, no Rio Comprido, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foram interrompidas nesta sexta-feira (10) devido a uma operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Segundo a polícia, houve tiroteio e um homem foi morto.

A operação, que também aconteceu no Morro da Chacrinha, entre os bairros da Tijuca e Rio Comprido, visava prender os criminosos que balearam o PM Enio Roberto Santiago, ferido ao tentar impedir um assalto pela manhã no Largo da Segunda-Feira, na Tijuca.

O relações públicas do Bope, Capitão Ivan Blaz, informou que os PMs foram recebidos a tiros pelos criminosos no Morro do Turano. Durante o confronto, um homem, que segundo a polícia estava armado com uma pistola, foi morto. Ele chegou a ser levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu.

De acordo com a PM, a operação terminou na noite desta sexta-feira. Os policiais apreenderam uma pistola e 383 trouxinhas de maconha. Ainda não há informações sobre presos.

O novo comandante da Polícia Militar, coronel Márcio Sérgio de Brito Duarte, prometeu reforçar a segurança na região.

Como foi o crime

Por volta das 7h30 desta sexta-feira, o cabo Enio Roberto Santiago estava em frente à uma escola na Tijuca quando viu dois criminosos rendendo um casal dentro de um carro. O PM, armado com um fuzil, seguiu em direção aos suspeitos, mas segundo testemunhas, quando ele ia abordá-los foi surpreendido por um outro homem que vinha logo atrás.

Segundo a polícia, os disparos acertaram a nuca e o ombro do policial militar, que é motorista do comandante do Bope, tenente-coronel Alberto Pinheiro Neto. Os criminosos fugiram com o carro roubado.

?É a profissão dele, ele reagiu como policial, e procurou defender aquelas pessoas que estavam sendo agredidas. O que ele não contava era com a cobertura, que tudo leva a crer que tinha?, disse o comandante.

Estado de saúde de PM continua grave

Colegas do batalhão e parentes do cabo Enio Roberto Santiago passaram a tarde no Hospital Souza Aguiar.

De acordo com informações da polícia, o PM ferido foi operado no início desta tarde e segue para o CTI do Hospital Sousa Aguiar, onde ficará internado. O estado de saúde da vítima ainda é grave.

Carro roubado é encontrado

No Morro do Turano também foi encontrado o carro roubado pelos criminosos durante o assalto no Largo da Segunda-feira. Segundo Blaz, o carro foi localizado graças às informações repassadas pelo Disque-Denúncia.

Ainda de acordo com a polícia, uma câmera da CET-Rio, que fica próximo ao local do crime, estava apontada para o outro lado da rua e não filmou a ação dos criminosos.

Fonte: g1, www.g1.com.br