Operação resultou em 44 prisões no MA

O objetivo é o combate ao tráfico de drogas, porte ilegal de armas, assaltos

O Conselho de Segurança do Meio-Norte (Comen) deflagrou as últimas duas operações interestaduais deste ano, reunindo policiais Civis, Militares, Federais, Rodoviários Federais e Bombeiros Militares. Com três frentes de trabalho, as operações "República I" e "República II", em conjunto com as forças de segurança do Piauí e do Tocantins, contam com participação da Receita Estadual e do Ibama.

O objetivo é o combate ao tráfico de drogas, porte ilegal de armas, assaltos a veículos, aos crimes ambientais, sonegação fiscal, dentre outros delitos, além do cumprimento de mandados de prisão e a recaptura de foragidos. Também são proferidas palestras educativas em escolas.

Em dezembro, o Comen se reúne em Palmas, no

Tocantins, para avaliação dos trabalhos deste ano, estabelecimento de novas diretrizes, inclusive a integração com o GGI-Gabinete de Gestão Integrada, e elaboração do calendário de operações do ano que vem.

Criado em 1997 para integrar ações de combate

sistemático ao crime, o Comem reúne os Secretários de Segurança e dirigentes das corporações policiais do Maranhão, Piauí, Pará, Amapá e Tocantins, além de representantes do Ministério da Justiça.

As ações integradas e o intercâmbio de informações são operacionalizados por núcleos regionais compostos por representantes das cinco corporações (Polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros Militar).

OPERAÇÕES - Este ano, em três operações em 13

municípios maranhenses foram efetuadas 44 prisões em flagrante, cumpridos 55 mandados de prisão e de busca e apreensão, fiscalizados cerca de 1.500

veículos, recapturados cinco foragidos, abordadas mais de nove mil pessoas e apreendidos 65 animais silvestres, mais de 240 dvd?s piratas e cerca de

180 armas brancas e de fogo, seis quilos de maconha, um quilo de crack e 300 "cabeças" de merla e "dólares" maconha.

Fonte: Imirante