Padrasto bêbado mata menina de 11 anos a facadas e confessa o crime

Homem confessou à Polícia Civil que saiu do trabalho, bebeu em um bar e foi para casa.

Um homem foi preso na segunda-feira por suspeita de matar a própria enteada, uma menina de 11 anos, em Ibirama (SC), a 215 quilômetros de Florianópolis. Juliano Gonzatti, 30 anos, foi preso pouco depois do crime. Ele confessou que estava bêbado e matou a garota a facadas.

Em depoimento à Polícia Civil, Gonzatti afirmou que saiu do trabalho e foi a um bar. Pelo telefone, ele discutiu com a mulher, mãe da menina, e foi para casa já alcoolizado. O padrasto atacou a criança com duas facas.

Os objetos e roupas sujos de sangue foram escondidos nos fundos do pátio da casa, mas foram encontrados pelos policiais. Gonzatti foi preso por homicídio qualificado e levado ao Presídio Regional de Rio do Sul.

Fonte: Terra