Mãe denuncia e padrasto é preso por estuprar enteado de 2 anos

Mãe encontrou suspeito lavando roupas do filho com manchas de sangue

Um operador de máquinas agrícolas foi preso no povoado de Cruzelândia na cidade de Mucuri, a cerca de 905 km de Salvador, no final da tarde de domingo (15) após estuprar o enteado de dois anos. De acordo com informações da Delegacia de Polícia Civil de Itabatã, cidade vizinha ao povoado, o crime foi denunciado pela mãe da vítima que encontrou manchas de sangue na perna do filho e desconfiou da atitude do suspeito.

Segundo a polícia, o suspeito estava com a mulher e a criança na casa de uma vizinha quando ele resolveu que iria levar o menino para casa e disse que a mulher poderia ficar no local. Depois de 30 minutos da saída do marido, a mãe da criança resolveu ir para casa e ao chegar encontrou o filho na porta da casa e o marido de cueca lavando algumas peças de roupa da criança que estavam sujas de sangue.

O suspeito disse que estava lavando as roupas porque o garoto tinha cortado o pé, mas a mãe viu uma mancha de sangue na perna do filho. A polícia informou que a mulher pegou o filho e pediu ajuda para que os vizinhos não deixassem o marido fugir, pois ele teria estuprado seu filho.

Ainda segundo a polícia, o suspeito foi agredido pelos vizinhos e a polícia conseguiu retirá-lo do linchamento. A mãe foi ouvida na manhã desta segunda-feira (16) na delegacia de Itabatã, onde o homem está preso e ele deve ser transferido para a delegacia do município de Mucuri ainda na tarde desta segunda. A criança foi encaminhada para o Departamento de Polícia Técnica na cidade Teixeira de Freitas.

Fonte: G1