Padrasto espanca menina de cinco anos até a morte em Recife

Ele já tinha tentado matar a menina afogada em um balde.

Uma criança de cinco anos foi espancada até a morte pelo padrasto em Recife (PE). A vítima e mãe dela moravam em Cruz do Espírito Santo, na região metropolitana de João Pessoa (PB). A criança já havia sido torturada diversas vezes pelo suspeito e, inclusive, afogada em um balde. O suspeito foi preso.

O homem era foragido da cidade de Sapé, também na Paraíba, onde é suspeito de ter participado do assassinato de um comerciante em 2015. Como precisou deixar a cidade, ele levou a mãe de Vitória Gabriele Gomes dos Santos, que era namorada dele, para morar com ele em Pernambuco. Meses depois, a mulher foi até a casa da mãe, que criava a menina, para buscá-la. Desde então, a criança passou a ser agredida constantemente pelo padrasto, informaram familiares.

Vizinhos também relataram que o homem também teria tentado matar a menina afogada em um balde. Em três meses, Vitória foi brutalmente agredida pelo padrasto pelo menos três vezes. Em uma ocasião, ele chegou a espancar a menina com um fio de carregador de celular. Segundo familiares, o homem sempre agredia a menina por qualquer motivo.

Menina já era torturada pelo padrasto (Crédito: Reprodução)
Menina já era torturada pelo padrasto (Crédito: Reprodução)

Após espancar novamente a criança, o suspeito a levou até o hospital alegando que ela havia sofrido uma queda. Os médicos examinaram a menina e constaram que os ferimentos não eram compatíveis com quedas, principalmente os da barriga e da cabeça. A vítima acabou morrendo no hospital

A mãe de Vitória tem outro filho pequeno, que está em um orfanato. O casal chegou a se separar, mas retomou o relacionamento. O corpo da menina foi velado na cidade de Cruz do Espírito Santo, sem a presença da mãe dela. O homem está preso em Pernambuco.

Fonte: Com informações do R7