Padrasto já havia castigado Joaquim, diz mãe em depoimento à polícia

Natália Ponte está presa desde domingo (10) na cadeia feminina de Franca.

A psicóloga Natália Longo, mãe do menino Joaquim Ponte Marques, de 3 anos, relatou à Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) em seu último depoimento, na quinta-feira (14), que o padrasto do menino, Guilherme Longo, já havia maltratado a criança em casa. A reportagem teve acesso neste sábado (16) às declarações da mãe, onde ela relata um episódio em que Joaquim teria feito xixi na cama, e Longo, para castigá-lo, teria colocado o menino de roupa embaixo do chuveiro.

O advogado de Longo, Antônio Carlos Oliveira, confirma o fato, mas diz que o padrasto teria colocado Joaquim de roupa no chuveiro por outro motivo. "O Joaquim não queria tomar banho. Eles já haviam combinado de que o que tivesse que ser feito, o Joaquim iria fazer. Então obrigaram-no. Dessa forma, ele o colocou de roupa e tudo no chuveiro. Mas com o consentimento da Natália", diz.

Fonte: G1