Pai acusado de jogar filhas de ponte no ES

Bombeiros procuram pelas meninas, de 4 e 2 anos

Um pedreiro de 37 anos é suspeito de jogar duas filhas de uma ponte, em Serra (ES), na terça-feira (13). Os bombeiros estão no local, procurando as crianças.

As meninas têm 4 e 2 anos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, a mãe, uma diarista de 35 anos, disse à polícia que estava separada do marido. Na tarde de terça, ele teria agredido a mulher, em um ponto de ônibus, e pedido para a mãe dele pegar as crianças. Depois de encontrar as filhas, o suspeito teria levado as duas para a ponte.

Antes da chegada da polícia, pessoas que passavam pela região ficaram revoltadas e agrediram o pai. Ele foi levado para a delegacia e, em seguida, ao hospital, para receber atendimento médico.

Os bombeiros começaram as buscas na terça-feira. Mas, como a água do canal é barrenta e a correnteza, forte, foi necessário interromper o resgate durante a noite. Na manhã desta quarta-feira (14), o trabalho foi retomado.

Fonte: g1, www.g1.com.br