Pai confessa que assassinou os filhos para se vingar de mulher

A mãe das crianças já prestou depoimento

O pai que matou os filhos de 3 e 4 anos a facadas e tentou o suicídio no último domingo (25) foi ouvido pela titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Dálice Aparecida Ceron, por volta das 18h30 de sexta-feira (30), ainda no Hospital de Base (HB) de São José do Rio Preto (SP), onde está internado. Segundo a delegada, ele confessou o duplo assassinato e disse que dopou as crianças antes do crime para se vingar da mulher.

Assim que o zootecnista Hugo Imaizumi, de 41 anos, tiver alta hospitalar será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil. Enquanto estiver internado, Imaizumi permanece com escolta policial. Ele tentou se matar após matar os filhos e deixou um bilhete no quarto, em que diz que a motivação do crime teria sido uma traição da mulher, a fisioterapeuta Juliana Paes, de 39 anos, que nega a acusação.

Pai confessa que assassinou os filhos para se vingar de mulher (Crédito: Reprodução)
Pai confessa que assassinou os filhos para se vingar de mulher (Crédito: Reprodução)


Dálice diz que Imaizumi demonstrou tranquilidade e relatou as circunstância dos acontecimentos conforme consta inquérito, isentando a mulher dele de toda e qualquer responsabilidade sobre o crime. "Ele assumiu e relatou detalhes sobre o fato. Os autos são sigilosos, mas é coerente com o histórico já veiculado pela imprensa", afirma.

A mãe das crianças já prestou depoimento à delegada na manhã de sexta (30), e, apesar de a polícia considerar o caso praticamente encerrado, ainda deve ouvir o irmão de Juliana, que teria recebido mensagens de Imaizumi.

A delegada também aguarda os resultados dos laudos técnicos para saber se o pai realmente enviou um vídeo do crime para a família da fisioterapeuta.

Segundo a delegada, Juliana reafirmou que Imaizumi pode ter dado sonífero para as crianças antes do crime. "Ela disse que o frasco de calmante, que era dela mesma, estava cheio e agora está na metade", disse a mãe em depoimento.

Fonte: G1