Pai confessa ter encomendado morte da filha por R$ 500,00

O pai também admitiu que, no dia do crime, buscou a filha na casa dela

Um homem de 47 anos foi preso após confessar nessa quinta-feira ter ordenado o assassinato da filha, a estudante de Educação Física, Ketlin Bortolosso, 18 anos, no município de Gaurama (RS), a 443 km de Porto Alegre. Em depoimento, Genoir Bortolosso relatou ter pago R$ 500 a um criminoso, que executou a jovem na última quarta. O autor dos disparos, de identidade ainda não confirmada, foi detido nesta sexta.

No interrogatório, o pai da vítima justificou o crime ao afirmar que tinha constantes desentendimentos com a filha e não queria mais pagar pensão. A polícia, no entanto, apura outra hipótese: o homem teria interesse em ganhar dinheiro de um suposto seguro de vida.

O pai também admitiu que, no dia do crime, buscou a filha na casa dela e convidou ela para aprender a dirigir, com o objetivo de matá-la. Minutos depois, o homem simulou ter tido um problema mecânico em uma estrada de chão de Gaurama, no ponto onde o executor aguardava a vítima. Em seguida, Ketlin desceu do carro e o pai arrancou o veículo. Seis disparos foram efetuados contra ela.

"O pai teria inclusive abraçado a Ketlin no momento em que foi buscá-la para ela ser entregue ao matador", disse o delegado responsável pelo caso, Gerson Fraga. A polícia obteve relatos de testemunhas que ajudaram agentes a realizar as prisões.

Fonte: Terra, www.terra.com.br