Pai dá cachaça a criança antes de matá-la por não pagar pensão

Pai dá cachaça a criança antes de matá-la por não pagar pensão

Ele afirmou que não se entregou antes porque estava com medo de ser morto no presídio

Um homem de 34 anos foi preso suspeito de ter matado a própria filha na cidade de São Mateus, no norte do Espírito Santo. A menina tinha 10 anos e foi morta no dia 4 de outubro, mas a polícia só conseguiu prender o suspeito na quinta-feira (17). O delegado Marcelo Cruz disse acreditar que o homem cometeu o crime para não pagar pensão.

Segundo a polícia, o corpo de Amanda Santos Ferreira foi encontrado em uma cova rasa. A garota foi morta estrangulada e tinha ferimentos por todo o corpo.

Gilberto Carlos de Sá Ferreira confessou o homicídio durante depoimento à polícia. Ele contou que estava desempregado e que a mãe da menina ficava ligando para pedir o dinheiro da pensão. O homem afirmou ainda que obrigou a filha a tomar cachaça, depois a estrangulou, machucou o corpo com uma pá e enterrou em uma cova rasa.

Ele afirmou que não se entregou antes porque estava com medo de ser morto no presídio. Ferreira está detido no Centro de Detenção Provisória de São Mateus e foi indiciado por homicídio e ocultação de cadáver.

De acordo com o delegado, a mãe relatou que a menina desapareceu depois que foi até um mercado comprar pão. A mulher chegou a pedir as imagens ao estabelecimento e a filha nunca chegou ao destino. O pai participou das buscas até que a polícia passou a desconfiar que ele tivesse envolvimento.

Fonte: r7