Pai de aluna é morto a tiros em escola no Ceará

A Polícia suspeita que o homicídio tenha sido motivado por uma vingança ou dívidas de drogas

Um homem foi assassinado, na tarde de ontem, na porta da Escola Municipal Aldacy Barbosa, situada na Rua Professor Solon Farias, no Conjunto Alvorada. O crime ocorreu instantes depois que a v?tima, Daniel Henrique de Castro Damasceno, 27, deixou sua filha, de 12 anos, na escola.

Ao passar pelo port?o, a adolescente teria ouvido tiros e gritos, quando voltou, j? encontrou o pai ca?do, ap?s ter sido atingido por v?rios disparos. Segundo testemunhas, os acusados seriam quatro homens que estavam em um ve?culo Santana, que n?o teve as placas anotadas.

A Pol?cia suspeita que o homic?dio tenha sido motivado por uma vingan?a ou d?vidas de drogas. De acordo com familiares, Daniel j? vinha sendo amea?ado por inimigos, que prometeram mat?-lo. H? poucos metros de onde ocorreu o crime, uma queima de fogos chamou a aten??o dos moradores do bairro. Algumas pessoas, que n?o quiseram se identificar disseram que se tratava de uma comemora??o pela morte de Daniel. ?Aqui ? assim, quando morre um, de um lado ou de outro, eles soltam fogos para comemorar?. O inusitado ? que os fogos foram disparados quando o corpo ainda estava no local do crime.

Apesar do forte calor, uma multid?o se aglomerava para ver o corpo. Crian?as e mulheres eram afastadas por policiais militares, mas retornavam instantes depois, e s? sa?ram quando o rabec?o do IML recolheu o corpo. Aparentando resigna??o, a m?e da v?tima, a dona-de-casa, Alderice Maria Castro Damasceno, 46, ficou todo tempo ao lado do corpo do filho.

Inimigos

Abra?ada com a neta, que fazia carinho na m?o inerte do pai, Alderice, lamentava a morte do filho. Segundo ela, Daniel havia sa?do da pris?o, h? aproximadamente um ano e meio, por conta de envolvimento com drogas e n?o tinha mais liga??o com atividades criminosas. Entretanto, quando perguntada sobre quem poderia ter cometido o crime, se limitou a dizer ?deve ter sido coisa dos inimigos dele?.

A patrulha RD-1090 (Edson Queiroz) foi acionada, assim como agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e policiais civis do 26? DP (Edson Queiroz), mas os bandidos n?o foram localizados. De acordo com os peritos do Instituto de Criminal?stica (IC), Daniel foi atingido por cinco tiros de pistola, um no abdome, dois nas n?degas, um na axila e outro no peito.

O delegado Jos? Lopes Filho tamb?m compareceu ao local e iniciou as investiga?es, conversando com testemunhas do crime. No entanto, o caso ser? investigado pelo delegado Rommel Kerth, que deve assumir a delegacia nos pr?ximos dias, por conta do rod?zio de delegados anunciado, anteontem, pela Superintend?ncia da Pol?cia Civil do Estado.

Fonte: Diário do Nordeste