Pai de Fernanda diz não acreditar em suicídio  da filha

Pai de Fernanda diz não acreditar em suicídio da filha

Mesmo com as provas da PF, Paulo Lages disse que Fernanda não teria motivo para se matar.

O pai da estudante de Direito Fernanda Lages, que segundo a Polícia Federal cometeu suicídio se jogando do prédio em construção da Procuradoria da República no Piauí em agosto do ano passado, concedeu uma entrevista por telefone ao programa Agora, da Rede Meio Norte, e disse não acreditar na versão atribuída à morte da jovem.

?Se a Fernanda tivesse algum tipo de problema você acha que estaríamos levando esse caso à frente até agora? Não somos irresponsáveis?, falou.

Para Paulo Lages, a polícia científica pode estar encobrindo alguém realmente ?influente?. A PF informou que alguns laudos feitos pela Civil foram apenas revistos, mas declarou também que o corpo de Fernanda foi o mais investigado na história da medicina criminalista no Brasil.

Apesar disso, Paulo Lages disse não aceitar ?de jeito nenhum? que a filha possa ter cometido suicídio. ?Eu só aceitaria que Fernanda tirou a sua vida se Jesus Cristo viesse pessoalmente me dizer isso?, pontuou.

Sobre um suposto acidente, ele disse acreditar nessa hipótese só se fosse provocado por uma segunda pessoa.

Fonte: Kaio Eduardo