Pai de filho de jovem degolada quer guarda da criança, diz mãe

Pai de filho de jovem degolada quer guarda da criança, diz mãe

Segundo a mãe, o pai nunca quis saber do filho de dez anos.

O pai do filho da estudante encontrada degolada em carro na semana passada, Lore de Santana Vaz, de 26 anos, quer a guarda do garoto, de dez anos. Segundo a mãe da estudante, Vandete Moreira de Santana Vaz, o pai nunca quis saber do filho.

Na semana passada, após saber da morte de Lore, o pai do menino entrou em contato para saber notícias dele. De acordo com Vandete, ela já está com um advogado para entrar com o processo de guarda.

? Ele nunca ligou para o filho em dez anos. Nunca ligou para saber se o menino está vivo, nem no Natal e ano novo.

A ex-cunhada da mãe de Lore, que tem contato com o pai de seu neto, disse a Vandete que ele vai procurar um advogado para ficar com a guarda da criança.

Bárbara Sabino, namorada do irmão de Lore, diz que o garoto está triste com a morte da mãe, com saudade dela. Ela diz também que o rapaz nunca viu o rosto do menino e que nunca quis conhecê-lo.

? Ele nunca quis saber dele, nunca pagou nada para ajudar. O menino sabe que tem pai, mas não liga e não quer saber.

Suspeitos presos

Nesta quinta-feira (20), o ex-marido e o auxiliar de limpeza Robert Pirovani Gama, de 21 anos, foram presos suspeitos de matar a estudante universitária. O terceiro suspeito Raimundo Nonato Bezerra, de 32 anos, foi preso no início da noite desta sexta-feira (21).

Ao chegar à casa dele, os policiais só encontraram a mulher de Bezerra. Ela está grávida e foi ouvida pela polícia. Na delegacia, ela afirmou que Bezerra havia chegado em casa com arranhões pelo corpo no dia do crime.

Segundo a Polícia Civil, o ex-marido de Lore, Allan dos Santos Peçanha, foi o mandante do crime. Ele contratou Bezerra e Gama para matar a universitária. Em depoimento, Gama confessou que ele e Bezerra foram procurados pelo ex-marido da universitária e receberam R$ 1.000 cada um para matar Lore.

Os três planejaram e executaram o crime. A polícia trabalha com duas motivações para o assassinato. O ex-marido pode ter decidido matar Lore por ciúmes ou foi um crime financeiro.

Entenda o caso

A universitária e promotora de eventos Lore Santana Vaz foi encontrada morta, na madrugada da quinta-feira (13), dentro do próprio carro, em uma rua a 3 km de distância do local onde morava.

A jovem saiu da faculdade na noite de quarta-feira (12), mas não voltou para casa. De acordo com imagens feitas por câmeras de segurança, antes de ser assassinada, ela foi abordada por dois homens. O corpo dela foi encontrado na rua Andradina, altura do número 840, na vila Príncipe de Gales, em Santo André, ABC Paulista.

Segundo a polícia, apenas o celular e o aparelho de som do carro da vítima foram levados. Já a bolsa e a carteira foram deixadas no veículo. Lore deixou um filho de dez anos. O garoto não é filho do ex-marido da vítima, Allan dos Santos Peçanha, que mandou matar a universitária.

Fonte: r7