Picos: Pai e filho são acusados de matar vereador

Picos: Pai e filho são acusados de matar vereador

O vereador foi morto com três tiros na cabeça no povoado Angical dos Domingos

O delegado Regional de Picos, Adolfo Henrique Soares Cardoso, revelou nesta segunda-feira (15) que os dois acusados de terem assassinado o vereador reeleito, Francisco de Assis Pio da Silva, o Titico (PP), 41 anos, seriam pai e filho. O vereador foi morto com três tiros na cabeça no povoado Angical dos Domingos, quando o parlamentar comemorava a vitória nas eleições. Mais três pessoas, dois primos do vereador e uma mulher, foram feridos durante a briga.

?Um dos acusados se chama Mazinho que teria atirado com ajuda do pai. Os dois estão sendo procurados?, disse o delegado Adolfo Henrique.

O motorista de Titico, Francisco das Chagas Pio da Costa, 30 anos, que é primo do vereador, continua internado no Hospital Regional Justino Luz de Picos. Ele foi submetido a uma cirurgia no abdômen, pois perfurou o intestino. Francisco levou uma facada no abdômen.

?A informação que temos é que o vereador estava bebendo num bar comemorando a vitória e uma mulher que estava com ele teria jogado uma cerveja em outra pessoa e o homem disparou vários tiros e três deles acertaram a cabeça do vereador?, contou o delegado.

A comemoração ocorria no povoado Angical dos Domingos, cerca de 20 quilômetros distante da zona urbana de Picos. O crime aconteceu por volta de 18h30.

Titico, que já foi presidente da Câmara Municipal de Picos, morreu na hora e a mulher saiu baleada, além do motorista do vereador e outro rapaz que estava no bar.

Busca aos acusados

?Já identificamos os acusados e estamos fazendo diligências de hoje para amanhã eles deverão ser presos?, disse o delegado.

A Força Tática do 4º Batalhão da Polícia Militar iniciou perseguição aos acusados logo após o crime. Segundo informações, os suspeitos seriam pai e filho, ambos com passagens pela polícia.

Fonte: Riachão Net