Pai e madrasta matam garota para não ter que pagar pensão

O crime teria sido motivado por pensão alimentícia,

Uma menina de nove anos foi encontrada morta no município de Autazes, no Amazonas. Quatro pessoas, incluindo o pai e a madrasta da vítima, foram presas na terça-feira (23) suspeitas do crime, que teria sido motivado por dinheiro.  Graziela dos Santos estava a caminho da escola quando desapareceu no dia 17 de junho. O corpo da criança foi encontrado dois dias depois no ramal Tumbira, na zona rural de Autaze.

A madrasta Gilmara França de 32 anos, o pai da criança, Jubervan Eloi (foto), o irmão dele, Gilbernilson Eloi, e uma quarta pessoa, que não teve o nome divulgado pela polícia, foram levados sob escolta para Manaus. De acordo com a polícia, a primeira a ser presa foi a madrasta, que entregou os outros três suspeitos.

O resultado do laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou que a causa da morte foi asfixia. O crime teria sido motivado por pensão alimentícia, no valor de R$ 20 mil. A madrasta não aceitava que o valor fosse pago.


Fonte: Com informações do R7