Pai é suspeito de abusar de filho durante sessões pornô

Em uma dessas sessões pornográficas, o menino sofreu cortes nos joelhos, feitos com um facão

Policiais da Delegacia Territorial de Cipó, a 208 km de Salvador (BA), prenderam na quarta-feira um homem de 34 anos acusado de abusar sexualmente do próprio filho - um menino de 8 anos - durante exibições de filmes pornográficos. Segundo a Polícia Civil da Bahia, Josean Ramos Ferreira, conhecido como "Xuxão", trabalha como office boy na prefeitura do município e já vinha sendo investigado pelos abusos e torturas cometidos contra o filho nos últimos três anos.

O menino morava em Alagoinhas com a mãe, que abandonou o office boy após ser vítima de sucessivas agressões domésticas. A mulher sempre levava o filho ao município de Cipó para que sua mãe tomasse conta da criança, enquanto trabalhava. De acordo com a polícia, Josean se aproveitava dessa situação para pegar o menino na casa da avó e levá-lo à sua residência, onde cometia os abusos enquanto exibia filmes pornô.

Em uma dessas sessões pornográficas, o menino sofreu cortes nos joelhos, feitos com um facão, e foi estrangulado. As agressões seriam uma forma de intimidar a vítima a não denunciar o seu pai.

Há alguns meses, no entanto, a mãe do garoto notou que o filho vinha adoecendo constantemente e resolveu levá-lo até o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para descobrir o que estava acontecendo. Depois de orientação e apoio recebidos na instituição, a criança acabou revelando abusos cometidos pelo pai.

Após o cumprimento de prisão preventiva de Josean, a polícia agora investiga se o office boy já praticou outros atos de violência sexual a crianças e adolescentes, uma vez que vizinhos informaram que o suspeito, além de distribuir balas e pirulitos, tem o hábito de beijar, abraçar e carregar qualquer criança da cidade de forma "intensa e exagerada". Na casa do office boy foram encontradas várias caixas de doce.

No momento da prisão, que aconteceu numa praça onde crianças brincavam, Josean portava uma faca de caça e carregava nas mãos um pacote com pirulitos. Ele será indiciado por estupro de vulnerável e porte ilegal de arma branca.

Fonte: Terra