Pai engravida a filha após estupros e diz que vai querer cuidar da criança

Ela era estuprada pelo próprio pai e ameaçada de morte caso denunciasse o caso.

Por sete anos, uma jovem conviveu com a violência sexual dentro de casa em Bocaíuva, no norte de Minas. Ela era estuprada pelo próprio pai e ameaçada de morte caso denunciasse o caso. A vítima engravidou e hoje vive com a criança, que vai completar dois anos. O pai foi preso e, agora, diz que quer cuidar do bebê que teve com a própria filha.

Visivelmente chocada, a jovem conversou com a reportagem da Record Minas e confirmou as ameaças.

? Se eu fizesse alguma coisa contra ele, ia matar minha mãe e me matar. Mandava eu tirar a roupa, mas não obedecia. E me batia abusava de mim. Falava que eu era só dele.

Cícero Souza Ferreira ficou preso por 30 dias quando o caso foi denunciado por uma carta enviada a uma rádio da cidade. Ele alegava inocência e foi solto por causa de provas, mas o exame de DNA da criança confirmou o estupro. Chorando, Cícero agora confessa o crime e diz querer cuidar da criança.

? Foi uma vez só que abusei dela. Inclusive ela pediu para eu não comentar nada com a mãe. Nunca ameacei, jamais ia ameaçar por causa disso. O erro foi meu e quero pagar, não quero perder minha família assim. Se eu tenho filho com ela eu quero cuidar.

Quando a história foi divulgada pela rádio local, a menina chegou a negar a autoria da carta. A mãe acreditava que o marido sofria perseguição.

? A gente acreditava que ele tinha sido uma vítima da pessoa que tinha mandado essa carta.

O delegado Adalberto Ferreira vê um crescimento dos crimes de agressão sexual na região. No último mês, recebeu o caso de um homem suspeito de estuprar a prima de 12 anos.

? Estamos bastante preocupados na região porque é um crime com uma crescente vertiginosa. Mesmo com penas de 8 a 15 anos de prisão para cada vez que é cometido.



Fonte: r7