Pai identifica menina encontrada morta

A criança, de 9 anos, tinha indícios de violência sexual

O corpo da menina encontrada morta no Aterro do Flamengo (RJ), na tarde de domingo (14) de carnaval vai ser enterrado nesta quarta-feira (17). O pai da menina, Rafael Claudino da Silva, de 34 Anos, reconheceu o corpo, que está no Instituto Médico Legal (IML), na Leopoldina. O enterro da criança, de 9 anos, vai ser às 14h, no Cemitério do Caju.

De acordo com policiais do 2º Batalhão de Polícia Militar (Botafogo), o corpo foi achado próximo ao Museu de Arte Moderna (MAM) e tinha indícios de violência sexual. A criança vestia uma fantasia de carnaval por cima de um biquíni, e estava sem a parte de baixo.

A avó da menina morta, Josefa Maria Claudino da Silva, contou que a irmã mais velha da neta, de 13 anos, ligou para o pai na noite de segunda-feira. ?Minha neta contou que a criança encontrada morta no Aterro poderia ser a irmã dela?, disse Josefa, que mora em uma casa ao lado de Rafael, em São Gonçalo. ?Na manhã seguinte, bem cedo, meu filho foi ao IML e reconheceu o corpo. Ele está muito triste, chateado?, complementou a avó.

Fonte: g1, www.g1.com.br