Pai planejou matar filho por causa de prêmio da Mega Sena

Pai planejou matar filho por causa de prêmio da Mega Sena

Os dois brigaram quando filho pediu transferência do dinheiro

Um homem de 60 anos, suspeito de planejar a morte de um dos filhos, foi preso na quinta-feira (27), em Cuiabá. Segundo as investigações, os dois brigaram por causa de um prêmio da Mega-Sena, que o filho ganhou em 2006 e depositou na conta do pai. Quando o "ganhador" quis transferir a quantia, o pai não concordou e teve início uma briga judicial.

O advogado Ricardo Monteiro, que defende o filho, disse que os dois não se falam há cerca de três anos. O pai já teve os bens bloqueados e o filho conseguiu reaver parte do prêmio, que, na época, foi de R$ 28,8 milhões. A disputa na Justiça continua. O filho foi informado pela polícia sobre os supostos planos do pai.

Ainda de acordo com Monteiro, o filho tinha uma vidraçaria e, depois de ganhar a bolada da Mega-Sena, tornou-se fazendeiro.

A polícia descobriu o suposto plano depois que dois homens foram presos em uma estrada, em Mato Grosso do Sul, com armas. Um deles teria dito que eles foram contratados para matar o rapaz que ganhou a loteria.

Na quarta, o pai foi preso em Cuiabá e outro filho dele, em Juscimeira (MT). Os dois devem ser levados para Campo Grande, onde teve início a investigação. De acordo com o Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros (Garra), ligado à Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, no total, seis suspeitos de envolvimento no caso foram presos.

Fonte: g1, www.g1.com.br