Pai para em acidente e descobre que a vítima era o filho

A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu pouco mais tarde

O oculista britânico Guy Marshall, de 53 anos, dirigia o seu carro de volta para casa no último dia 12, quando, ao ver um acidente, decidiu parar para socorrer as vítimas. Foi então que percebeu que uma delas era o seu filho, Thomas, de 18 anos.

O adolescente pilotava uma moto Suzuki GS 500C perto da cidade de Orford, em Suffolk, quando bateu contra um automóvel Mazda MX-5. O pai chegou a conseguir fazer o filho voltar a respirar, mas Thomas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco mais tarde.

Marshall contou à BBC que decidiu parar ao ver o acidente porque tem treinamento de primeiros socorros e achou que talvez pudesse ajudar.

"Quando saltei do carro e desci a rua, de alguma forma sabia que era o Thomas no pé da ribanceira. Foi só uma sensação, mas tive uma certeza do fundo do coração", afirmou o oculista.

Marshall afirmou que aplicou técnicas de ressuscitação e conseguiu fazer o filho voltar a respirar. Ele ficou com o jovem em seus braços até a chegada dos paramédicos e de uma UTI aérea.

O pai afirmou que Thomas vai ser lembrado como uma pessoa "sempre disposta a ajudar".

"Ele estava sempre de bom humor e era carinhoso."

A polícia de Suffolk ainda está investigando o acidente, que aconteceu às 17h (13h, em Brasília) do último dia 12.

A mãe de Thomas, Wendy Marshall, classificou o fato de o pai ter parado para socorrer o filho de "trágico".

O rapaz morreu pouco depois do acidente em um hospital. Ele tinha acabado de concluir os exames de ensino médio naquele dia e iria sair para comemorar com amigos na cidade de Ipswich, de acordo com a família.

Fonte: g1, www.g1.com.br