Pais de bebê morto com sinais de violência serão acareados

Pais de bebê morto com sinais de violência serão acareados

Médicos observaram hematomas em várias partes do corpo do menino

A Polícia Civil abriu inquérito, nesta segunda-feira (26), para investigar a morte de um menino de oito meses de idade, ocorrida na madrugada desta segunda-feira (26), no bairro Lírio do Vale 2, Zona Centro-Oeste de Manaus.

O fato aconteceu na Rua Nossa Senhora das Graças, dentro da casa onde o menino morava com os pais. Segundo informações da Polícia Civil, a mãe é usuária de drogas.

Segundo o conselheiro tutelar Mário Santana, a criança foi levada ao hospital por volta de 1h, já sem vida. Médicos constataram sinais de violência no corpo dela e acionaram a Polícia Civil. Os pais, de 22 e 28 anos, foram levados à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) para prestarem depoimento. Eles ainda não foram presos.

De acordo com o conselheiro Santana, assim que o menino chegou ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA), do bairro Redenção, os médicos observaram hematomas nos braços, pernas, pescoço e nas nádegas da criança. "Ele estava inchado e defecado. Os médicos fizeram a reanimação, mas o bebê não resistiu", disse.

A Polícia Civil recolheu no local do crime uma frauda da criança, suja com sangue e fezes. O material deverá ser utilizado para ajudar a apontar a causa da morte.

"A suspeita de violência contra a criança é muito forte, por isso acionamos a polícia", afirmou o conselheiro. O Instituto Médico Legal (IML) atestou "causa indeterminada" à morte do menino.

A delegada Linda Gláucia, da Depca, informou que, no depoimento dos pais, há várias contradições, mas afirmou que as informações não os incriminam pela morte do filho. "Há distorções nos horários, nos detalhes dos fatos que são narrados. Pode ser que eles estejam assustados e não se lembrem de alguns detalhes. Nas próximas horas, pai e mãe serão submetidos a uma acareação", afirmou.

Fonte: G1