Pais são presos e confessam ter espancado criança até a morte

Pais são presos e confessam ter espancado criança até a morte

O pai, de 49 anos, confirmou a versão da mãe e disse que os dois estavam embriagados.

Um casal foi preso suspeito de espancar até a morte uma menina recém-nascida na cidade de Santa Luzia, a 380 km de São Luís (MA). Vizinhos denunciaram o caso à polícia e quando os agentes chegaram a casa, o corpo da criança era velado sem nem mesmo passar por perícia do IML (Instituto Médico Legal) ou tinha qualquer certidão de óbito. O velório foi interrompido e o corpo levado para análise. A mãe, uma adolescente de 17 anos, confessou o crime e disse que havia bebido e não aguentou ouvir o choro da filha.

O pai, de 49 anos, confirmou a versão da mãe e disse que os dois estavam embriagados. Ele afirmou que a mulher bateu na criança e foi dormir. De manhã, notaram que ela estava morta e ficaram com medo de chamar a polícia.

Os vizinhos afirmaram que a menor costumava espancar também o outro filho, de pouco mais de um ano. O menino foi recolhido pelo Conselho Tutelar e está em um abrigo.

A menor foi detida e deverá responder pelo homicídio com medida socioeducativa. O pai foi indiciado por homicídio doloso e omissão de socorro. Uma perícia foi feita e um laudo apontou que a criança tinha hematomas por todo o corpo após o espancamento.

A mãe contou que deixou a filha em uma rede após as agressões e só notou que ela estava morta na manhã do dia seguinte.

Fonte: r7