Palmeirense tira orelha de amigo com mordida e serra elétrica

Um torcedor se irritou com as provocações de um amigo e o agrediu com uma serra elétrica e mordidas que arrancaram um pedaço da sua orelha

Uma brincadeira sobre o rebaixamento do Palmeiras acabou em tragédia, em Sarandi, interior do Paraná. Um torcedor se irritou com as provocações de um amigo e o agrediu com uma serra elétrica e mordidas que arrancaram um pedaço da sua orelha.


Palmeirense arranca orelha de amigo com mordida e serra elétrica após provocação sobre rebaixamento

Segundo informações da Delegacia de Polícia Civil de Sarandi, o episódio aconteceu na madrugada desta terça-feira em um bar no bairro Jardim Independência. Os dois são colegas de trabalho e estavam bebendo juntos quando começou a confusão.

O pedreiro Ricardo Luiz da Silva ficou revoltado após Fabrício Garcia de Lemos, de 31 anos, ?tirar sarro? por causa da queda do time paulista para a Série B. O agressor provocou sérios ferimentos na cabeça do colega com o uso de uma serra elétrica e arrancou parte da orelha com mordidas.

A vítima foi internada no hospital Metropolitano por volta de 3h40. De acordo informações passadas pelo hospital, Fabrício não terá sua audição comprometida. O paciente está consciente e a previsão dos médicos é que tenha alta no fim da semana após passar por uma bateria de exames.


Palmeirense arranca orelha de amigo com mordida e serra elétrica após provocação sobre rebaixamento

Ricardo da Silva foi preso ainda durante a madrugada e liberado algumas horas depois. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), registro usado para crimes considerados de menor relevância. Agora, vai responder processo por lesão corporal e aguarda a audiência em liberdade.

Em entrevista ao programa Maringá Urgente, ele descartou qualquer tipo de arrependimento. ?Já estou bravo com o Palmeiras que caiu para a segunda divisão. Estou invocado. O cara que brigou comigo queria bater em mim. Só que ele perdeu no soco. Mano a mano comigo ele não aguenta comigo. O cara apanhou, azar o dele?, disse.

Fonte: UOL