Paraguaio é preso com 66 kg de drogas na "rota caipira" em SP

Foram encontrados 66,4 kg de pasta base de cocaína

Um homem e duas mulheres de nacionalidade paraguaia foram presos na tarde de quinta-feira por tráfico internacional de drogas. A prisão aconteceu na rodovia Transbrasiliana (BR-153) em Marília, a 443 km de São Paulo. De acordo com a polícia, devido as frequentes apreensões de entorpecentes, a região de Marília faz parte da "rota caipira do tráfico".

Durante fiscalização de rotina os policiais abordaram um veículo Toyota com placas do Paraguai. Nele viajavam um desempregado de 40 anos, a namorada dele de 19 e a empregada doméstica do casal, o que chamou a atenção dos federais. Ao realizar uma busca minuciosa no utilitário, os policiais encontraram no interior do tanque de combustíveis diversos volumes de pasta base de cocaína, que pesados totalizaram 66,4 kg.

O motorista confessou saber da existência do entorpecente e revelou que receberia R$ 2,5 mil pelo transporte da droga de Salto Del Guayra, no Paraguai, até a capital paulista. Já as mulheres, alegaram desconhecer o tráfico e a presença da droga no veículo.

O trio, cuja identidade não foi revelada, foi encaminhado à delegacia da Polícia Federal de Marília onde foi preso em flagrante por tráfico internacional de drogas. A pena para o crime, nos casos de transporte e exportação, é de cinco a 15 anos de prisão, além do pagamento de multas.

As rodovias dessa região, além de outras do interior do Estado de São Paulo, tem sido utilizadas pelos traficantes para distribuição de drogas do Paraguai, por exemplo, para o restante do País. Os entorpecentes eram trazidos para o Brasil por pequenos aviões, mas o transporte deixou de ser atrativo devido ao controle realizado. Ultimamente o transporte tem sido feito pelas rodovias do interior de SP e, por esse motivo, é denominado como "rota caipira".

Fonte: Terra