Parnaíba: Homem é morto a golpes de punhal no pescoço

O crime ocorreu na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí.

Na manhã desta quarta-feira, dia 15 de junho, um homem identificado como Diego Santos Brito, 29 anos, foi encontrado morto no residencial Dom Rufino, bairro Primavera, em Parnaíba, litoral do Piauí. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o perito criminal Frederico Augusto, que investiga o crime, o corpo apresentava perfurações no pescoço. “Neste caso em especial, o jovem não teve nenhuma chance para defesa, não teve oportunidade para se defender. É uma situação difícil, porque são sinais que mostram este comportamento. As lesões se concentraram na região da cabeça, lesões próximas do pescoço. Eu estou esperando a chegada do médico legista para poder fazer o levantamento completo”, afirmou.

Corpo foi encontrado na manhã de hoje por populares (Crédito: Blog do Pessoa)
Corpo foi encontrado na manhã de hoje por populares (Crédito: Blog do Pessoa)

Uma tia de Diego teria informado para Polícia Militar que o mesmo possuía uma motocicleta, por conta disso as investigações não descartam a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte). 

O Coronel Adriano de Lucena, Comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, explica que o homem não tinha envolvimento com mundo do crime. "O contato que nós tivemos foi com uma tia dele que informou que ele aparentemente estava em uma motocicleta, mas não informou existência de rixa ou algum envolvimento com crime, que pudesse levar a esta situação”, explicou.

Coronel Adriano de Lucena, Comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar
Coronel Adriano de Lucena, Comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar

O pai de Diego Brito, Moassis de Brito, confirma que o filho foi assaltado e morto. “Levaram a moto dele, mas poderiam ter deixado vivo. Eles têm prazer em matar”, disse, bastante abalado.

O corpo foi encontrado na manhã de hoje por populares. Ainda segundo o comendante Adriano de Lucena, o latrocínio só poderá ser comprovado no decorrer das investigações. “Com as investigações, com inquérito policial e com levantamento e trabalho da Polícia Civil, poderá ser esclarecido o que realmente aconteceu, as causas do crime”, concluiu

Fonte: Portal Meio Norte