Parnaíba:Vaquerio ficou preso e não conseguiu se soltar, diz perita

Vaqueiro de 47 anos morreu ao tentar salvar um animal em Parnaíba

Na tarde de terça-feira, dia 02 de agosto, um homem identificado como Antonio das Chagas Barros de Araujo, 47 anos, morreu afogado ao tentar atravessar uma lagoa no bairro Bebedouro, na cidade de Parnaíba, no litoral do Piauí. Populares informaram que a vítima, que era vaqueiro, tentou atravessar uma vaca de um lado para o outro e terminou se afogando, já que há bastante lama no fundo da lagoa.

De acordo com a perita criminal Marcela Sampaio, a necropsia comprovará morte por afogamento. "Nós da pericia não nos baseamos em informações da população. Eles [ os populares] relataram para Polícia Militar que nessa lagoa, onde ele se afogou, havia uma lama profunda e espessa, onde ele teria ficado preso e não conseguiu mais se soltar. Por isso, estão falando que ele morreu de pé. No local foi constatado que não havia sinais de violência, e sim de afogamento. Entretanto, só a necropsia poderá comprovar", afirmou.

Antonio deixa esposa com seis filhos. "Eu estava no centro e quando cheguei vi minha filha chorando, dizendo que o pai tinha morrido correndo atrás de um garote. Ele tinha muita experiência e fazia muito tempo que trabalha", disse Ana Lurdes, esposa da vítima. 

Corpo de Antonio das Chagas Barros de Araujo
Corpo de Antonio das Chagas Barros de Araujo
Lagoa no bairro Bebedouro.
Lagoa no bairro Bebedouro.



Fonte: Portal Meio Norte