Câmeras de segurança flagram pastor sendo morto em assalto em padaria

Câmeras de segurança flagram pastor sendo morto em assalto em padaria

Vítima de 45 anos falava ao celular quando dupla invadiu o estabelecimento. Ele foi baleado depois que um dos suspeitos tomou o telefone dele

Câmeras de segurança de uma padaria registraram o momento em que um pastor evangélico de 45 anos foi baleado e morto durante um assalto ao estabelecimento na noite de terça-feira (12) no bairro Campos Elíseos em Ribeirão Preto (SP). A vítima, segundo testemunhas, não percebeu a ação dos suspeitos porque falava ao celular de costas para o caixa da loja. As imagens mostram Newton Cesar Reyde sendo atingido por dois tiros disparados por um dos homens. A dupla fugiu em seguida e até o momento, de acordo com a polícia, não foi encontrada.

O crime aconteceu por volta das 23h de terça-feira na padaria que fica na Rua Marquês de Pombal. Segundo o dono do estabelecimento, o comerciante Pedro Ribeiro de Araújo, os dois suspeitos chegaram ao local e renderam o segurança. ?Eles entraram e o segurança rendido avisou o meu irmão que estava no caixa que era para ele entregar o dinheiro. O meu irmão pôs o dinheiro em cima do caixa, eles guardaram na sacola e ficaram roubando celulares de quem estava no local?, diz.

De acordo com Araújo, após pegarem o dinheiro, um dos rapazes viu que Newton falava ao celular no balcão da padaria. ?A vítima estava aguardando ser atendida e falava ao telefone. Um dos ladrões tomou o celular do rapaz pelas costas. A vítima não se deu conta de que estava acontecendo um assalto. Infelizmente, ele veio inocentemente em direção à entrada da padaria porque ele entendeu que era simplesmente o furto do celular dele?.

As imagens mostram o pastor se dirigindo à porta da padaria em busca do celular no momento em que um dos suspeitos aponta a arma e atira contra ele. Dois tiros acertaram o queixo e as costas dele. O terceiro tiro atingiu a vitrine.

Newton chegou a ser levado em uma ambulância até a Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dele está sendo velado na igreja evangélica frequentada por ele no bairro Campos Elíseos.

Além do dinheiro do caixa, os suspeitos fugiram levando celulares de clientes e o relógio do segurança. Eles ainda não foram localizados pela polícia. ?Estamos muito abalados, principalmente, por se tratar de um cliente amigo. A gente sabe que hoje a impunidade é muito grande. As pessoas cometem crimes bárbaros como esse e muitas das vezes não dá em nada?, diz o comerciante.

Fonte: G1