Pastor é preso por estuprar jovem prometendo cura para câncer

Como a adolescente se negou a ter relações sexuais com o pastor, ele insistiu dizendo que a doença estava se agravando e se masturbou na frente dela

O pastor da igreja Assembleia de Deus a Caminho do Céu Luciano Félix da Silva foi denunciado pelo Ministério Público estadual (MP) pelo estupro de uma adolescente. Ele consumou o fato prometendo a cura para um câncer inexistente. A igreja fica no município de Areal, na Região Serrana (RJ).

De acordo com a promotora de Justiça Maria de Lourdes Féo Polonio, a adolescente contou em depoimento que o pastor a abordou e disse que ela tinha um câncer e que isto havia sido revelado ao pastor por Deus. A cura, de acordo com Luciano, seria manter relações sexuais com ele. Ainda conforme a denúncia apresentada pelo MP, como a adolescente se negou a ter relações sexuais com o pastor, ele insistiu dizendo que a doença estava se agravando e se masturbou na frente dela, dizendo que a cura, entretanto, não seria completa. Em seguida, com a mão em cima de sua genitália, ?orou? pela sua cura.

A promotoria do MP pediu a conversão da prisão de Luciano, detido desde segunda-feira, de temporária para preventiva e destacou que Luciano aproveitou a autoridade que exercia sobre a vítima, já que era pastor na igreja frequentada tanto pela menina como por sua família, para a prática do crime. Em caso de condenação, a pena pode chegar a 18 anos.

Fonte: Extra