Peçonha: Corregedor analisa e policial pode ser expulso no Piauí

O policial, que não teve o nome revelado, está preso no 2º Batalhão em Parnaíba

O corregedor adjunto da Polícia Militar, Major Jaime Oliveira, disse em entrevista ao Bom Dia Meio Norte que a corregedoria militar realiza investigação paralela e independente ao processo da Polícia Federal contra o policial militar acusado de repassar informações privilegiadas aos traficantes presos na Operação Peçanha, em Parnaíba.

"Ainda não fomos notificados pela Polícia Federal sobre o fato, mas tomamos conhecimento das acusações contra o policial através da imprensa e já instauramos sindicândia para investigar a transgressão. Ainda não fomos oficiado, mas assim que isso acontecer vamos baixar portaria para instauração de Inquérito Policial Militar", disse Major Jaime Oliveira.

O policial, que não teve o nome revelado, está preso no 2º Batalhão em Parnaíba. O inquérito, com a conclusão dos autos pela corregedoria, deverá ser encaminhado para a 9ª Vara Criminal. O processo pode desencadear na expulsão do policial da corporação da Polícia Militar.

Fonte: Ananias Ribeiro, Portal Meio Norte