Pedófilo britânico é novo suspeito no caso Madeleine

Foi na Praia da Luz, no sul de Portugal, que Madeleine desapareceu do quarto onde dormia

Um pedófilo britânico virou o novo suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann há dois anos, segundo publica a mídia britânica.

Raymond Hewlett, de 66 anos, tem um histórico de casos de pedofilia e estaria morando em Tavira, que fica a uma hora da Praia da Luz, na época do desaparecimento da garota britânica, então com 3 anos.

Foi na Praia da Luz, no sul de Portugal, que Madeleine desapareceu do quarto onde dormia com os irmãos gêmeos enquanto os pais jantavam com os amigos em 3 de maio de 2007. Desde então, a polícia portuguesa chegou a suspeitar de um vizinho do hotel onde a família McCann estava hospedado. Depois, cogitou até que os pais estariam por trás do desaparecimento. Nada contra os três foi levado adiante.

O suspeito agora é Hewlett, que chegou a ser interrogado pela polícia portuguesa. O porta-voz da família McCann, que contratou investigadores particulares para o caso, admitiu que o homem é suspeito para a rede Skynews.

O porta-voz Clarence Mitchell disse que a entrevista concedida por Gerry e Kate McCann no programa de Oprah Winfrey, nos Estados Unidos, ajudaram nas investigações.

No último dia 7, os pais de Maddie chegaram a divulgar um retrato falado de um possível novo suspeito.

Fonte: g1, www.g1.com.br