Pedreiro mata cunhada como 'presente de aniverśario' para a esposa

O pedreiro matou a cunhada e esfaqueou a própria esposa.

Um crime ocorrido em Cariacica, no Espirito Santo, mostrou mais uma vez até que ponto pode chegar a frieza e falta de amor do ser  humano. Um pedreiro identificado como Adeir Gomes confessou para à polícia que  matou a cunhada e esfaqueou a própria esposa.

De acordo com a polícia, ele culpava a cunhada, Ariadnes Batista da Silva, pela separação. Adroaldo Lopes, delegado responsável pelo caso, conta que ele assassinou a cunhada durante a festa de aniversário da esposa. Além disso, disse que seria um 'presente' para sua esposa.

"Como a esposa disse que iria separar dele, ele tinha prometido que, na comemoração do aniversário dela, que foi dois dias antes, no dia 6, ele iria lhe dar um presente. Para surpresa dela, estava ocorrendo um churrasco e, no meio (da festa), ele se apossou de uma faca e esfaqueou a mulher e depois as duas irmãs", disse.

A esposa, que não teve a identidade revelada, diz que a vítima não possui culpa em sua separação. "Não teve nada a ver. É que (o casamento) não estava dando mesmo, nós não tínhamos mais uma relação de marido e mulher", afirma. 

Image title






Fonte: Com informações do R7