Pelo menos 10 ônibus foram depredados em festa do Corinthians

Evento no Anhangabaú reuniu 130 mil torcedores.

Pelo menos dez ônibus foram depredados entre a noite desta terça-feira (31) e a madrugada desta quarta-feira (1º) durante as comemorações do centenário do Corinthians, no Vale do Anhangabaú, na região central de São Paulo. Todos os coletivos tiveram vidros quebrados e foram tirados de circulação.

De acordo com a São Paulo Transportes (SPTrans), os veículos foram levados para as garagens e as empresas preferiram não registrar boletim de ocorrência.

Os ônibus atingidos foram três da Transcuba (dois na Avenida Francisco Morato, Zona Oeste, e um Rua Forjalo Curacho, Jabaquara, Zona Sul), dois da Santa Brígida (na Avenida Rio Branco, Centro, e na Avenida Francisco Matarazzo), três da Vip (dois na Avenida Celso Garcia e outro na Avenida Imperador, ambos na Zona Leste), um trólebus da Himalaia (no terminal Dom Pedro II, Centro), e um da Campo Belo (na Avenida 23 de Maio, Centro).

Além dos ônibus, um grupo atacou e depredou cinco carros de reportagem de quatro redes de TV diferentes. Os torcedores afastaram os profissionais de imprensa e atacaram veículos de transmissão e de reportagem, provocando danos nos carros e nos equipamentos. Ao menos duas câmeras foram roubadas, de acordo com os funcionários das emissoras.

Festa

No total, 130 mil torcedores lotaram o Vale do Anhangabaú para a festa. Desde as 19h30, artistas se revezaram no palco em seis shows. Nos intervalos, corintianos falavam de 100 anos de história, em vídeos e ao vivo no placo.

Entre as dezenas de milhares de pessoas que foram à festa, muitos passaram mal, desmaiaram e pularam as barreiras para fugir da confusão. Perto das 22h, não foi mais possível manter a organização. Enquanto o jogador Ronaldo falava, dezenas de torcedores tomavam o telão.

Os jardins e os corredores montados como saídas de emergência foram invadidos. Mesmo assim, a Polícia Militar informou que a situação estava sob controle.

Fonte: g1, www.g1.com.br