PF desbarata quadrilha que desviou R$ 10 milhões do INSS no PI

Os suspeitos causaram um prejuízo de mais de R$ 10 milhões

A Polícia Federal  deflagrou na manhã desta terça-feira(14), a operação Sambito, na microrregião de Valença  do Piauí  210 km de Teresina).  A operação desarticulou uma quadrilha especializada em fraudes previdenciárias  cumpriu 12 mandados de prisão. Entre os presos estão um advogado e um agenciador do INSS, que foram presos em Teresina e os nove restante na região de Valença.

Os suspeitos causaram um prejuízo de mais de R$ 10 milhões originados pela agência do INSS em Valença do Piauí.  O delegado Lucimar Sobral Neto, chefe da Delegacia Especializada em Crimes Previdenciários do Piauí, confirmou a prisão de 12 pessoas, entre eles um advogado, dois agentes financeiros, um servidor do INSS e 9 intermediários, entre os presos estão 4 mulheres.

“A operação teve alvo em Teresina e na região de Valença e durante a operação nós identificamos cerca de 500 operações que foram fraudadas. Nós vamos conseguir  evitar o prejuízo de R$ 70 milhões com a prisão dessa quadrilha˜ afirma. Todas as pessoas que receberam o benefício com o salário mínimo de forma irregular já foram identificadas e terão que ressarcir todo dinheiro.

O advogado preso, que não teve o nome revelado, é acusado de ser o líder da quadrilha, que já era investigada há 5 anos, ele atuava em casa e mantinha um escritório em Valença. O advogado foi preso no início da manhã desta terça-feira, em sua casa na zona Leste de Teresina e levado para a sede da Polícia Federal,  em Teresina.

O delegado revela ainda que o esquema de fraude do bando acontecia através do beneficio de aposentadoria rural. Os 9 intermediários captavam em Teresina e Valença pessoas interessadas em conseguir um beneficio rural fraudulento e de posse dessa documentação, o material era enviado até a cidade de Valença e o servidor do INSS do município concedia o beneficio falso, com inserção de documentos falsos no sistema do INSS.

A Ordem dos Advogados do Brasil, secção Piauí (OAB-PI) também acompanha o caso.  Os presos serão encaminhados para o sistema judiciário de Teresina e ficaram á disposição da Justiça.


Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Valença (Crédito: Portal V1)
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Valença (Crédito: Portal V1)
delegado Lucimar Sobral Neto, chefe da Delegacia Especializada em Crimes Previdenciários do Piauí (Crédito: Rede Meio Norte)
delegado Lucimar Sobral Neto, chefe da Delegacia Especializada em Crimes Previdenciários do Piauí (Crédito: Rede Meio Norte)


PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
PF prende 9 pessoas em Valença (Crédito: Portal V1)
Fonte: Portal Meio Norte