PF descobre quadrilha que vendia vagas em faculdades de medicina

A quadrilha descoberta no interior de São Paulo vendia vagas em seis estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Maranhão, Goiás e Rio de Janeiro

Uma quadrilha agia em seis estados brasileiros vendendo vagas em cursos de Medicina foi descoberta pela Polícia Federal (PF). Gravações telefônicas exibidas pelo Fantástico, da TV Globo, neste domingo mostram como funcionava o esquema: os candidatos recebiam o gabarito das provas através de um ponto eletrônico ou por mensagens de texto no momento da prova. Integrantes das quadrilhas, chamados de ?pilotos?, resolviam as provas e passavam as respostas para os clientes.

A quadrilha descoberta no interior de São Paulo vendia vagas em seis estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Maranhão, Goiás e Rio de Janeiro. Por telefone, eles negociavam com pais e candidatos. ?A vaga numa faculdade de medicina custava entre R$ 60 mil e R$ 90 mil?, afirma o delegado da PF, Alexandre Braga. Pelo menos 15 pessoas foram presas, incluindo o médico Luciano Cançado, clínico geral, 39 anos, que seria o líder do grupo. O grupo era investigado desde 2011. Em uma das gravações, uma mulher que negocia a vaga com um pai de candidato revela que o esquema existia há 15 anos. ?É uma coisa impressionante. Não tem como não entrar. Vai fazer a prova tranquilamente. Vai dar pra passar o gabarito completo e não tem risco para o aluno?, diz a mulher ao telefone.

Fonte: Terra