PF encontra grupo de apoiadores do Estado Islâmico no Brasil

Parte do dinheiro era enviado ao exterior, e aí entram as conexões

Um operação deflagrada pela Polícia Federal, descobriu um grupo de apoiadores dos terroristas do Estado Islâmico em São Paulo. Os investigados teriam movimentado ilegalmente mais de R$ 50 milhões em cinco anos, de acordo com a PF.

Image titleAs apurações da polícia mostram que o grupo utilizava pessoas físicas e jurídicas de fachada, que não existiam, como donas de confecções. Tais comércios realizavam operações de lavagem de dinheiro, estelionato e evasão de divisas. Parte do dinheiro era enviado ao exterior, e aí entram as conexões com o Estado Islâmico.

O libanês Firas Allameddin seria o chefe de todo o esquema, segundo reportagem da revista Época. Há seis anos, ele tentou obter o status de refugiado junto ao governo brasileiro, o que lhe foi negado. Do dinheiro movimentado por Allameddin era enviado para o Líbano, em operações fraudulentas que ele conduzia ao lado dos irmãos. Suspeita-se que o dinheiro ajudasse a financiar operações terroristas. Ele costumava exaltar em suas redes sociais as execuções e atrocidades do Estado Islâmico.

Fonte: Com informações da Revista Época