PF faz operação contra desvio de dinheiro público

Grupo se aproveitava de parceria entre governos e organização social

A Polícia Federal, a Controladoria Geral da União, a Receita Federal e o Ministério Público Federal realizam, nesta terça-feira (11), a Operação Parceria, contra um grupo suspeito de desviar recursos públicos por meio de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Devem ser cumpridos 14 mandados de prisão e 40 de busca, em empresas e casas no Paraná, em São Paulo, Goiás, Maranhão e Pará.

Cento e sessenta policiais federais, 35 servidores da controladoria e 40 da Receita participaram da ação. Pelo menos 11 pessoas foram presas nesta manhã.

A parceria do poder público com organizações sociais que prestam serviços em áreas consideradas "socialmente sensíveis", como a saúde, a educação, a profissionalização e a assistência social é prevista por lei federal. Essas entidades são constituídas por iniciativa privada, sem fins lucrativos, e devem cumprir requisitos estabelecidos na legislação.

Segundo a Polícia Federal, a organização investigada faturou mais de R$ 1 bilhão nos últimos cinco anos. Desse total, R$ 300 milhões teriam sido desviados em favor de pessoas e empresas que participavam de projetos envolvendo a entidade e o poder público. Somente em Londrina (PR), cerca de R$ 10 milhões foram usados em despesas que não foram comprovadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br