PF prende 12 por crime eleitoral no Maranhão

Foram seis prisões na ilha de São Luís e seis no interior. Mais de 190 policiais federais trabalharam nas eleições.

Neste domingo, 03, a Polícia Federal prendeu no Maranhão, 12 pessoas acusadas de crimes eleitorais, seis na Grande São Luís e seis no interior do Estado.

Dos seis da Ilha de São Luís, dois foram presos na cidade de São José de Ribamar, um deles entregando santinhos na Avenida Panaquatira e o outro embriagado, fazendo baderna desacatou a juíza. Outro homem foi preso no bairro Ivar Saldanha, presidente de uma mesa eleitoral, chegou atrasado e apresentando sintomas de embriaguês, mais dois foram presos distribuindo santinhos nos bairros da Liberdade e Maiobão.

Dos seis presos no interior, quatro foram flagrados em Pinheiro por suposta compra de votos e um em Zé Doca fazendo boca de urna. Houve ainda uma ocorrência em Santa Luzia relativa a abastecimento de veículos em favorecimento de candidatos.

Mais de 190 policiais federais trabalharam nas eleições, nos municípios da capital e do interior do Estado. Eles foram distribuídos em 32 equipes, com a finalidade de promover a prevenção e repressão a crimes eleitorais.

De acordo com o chefe da Delegacia de Defesa Institucional da Polícia Federal no Maranhão, Rodrigo Santos, ?diante do trabalho preventivo realizado, podemos concluir que tivemos êxito em reduzir a quantidade de ocorrência de crimes eleitorais, tanto na Capital, quanto nas cidades do interior do Estado?.

Fonte: Imparcial On Line