PF prende pastor nigeriano suspeito de tráfico de drogas

Na operação, foram apreendidos US$ 4 mil (pouco mais de R$ 8 mil) e sete passaportes

Em parceria com policiais da Nigéria, a Polícia Federal de São Paulo prendeu nesta sexta-feira (21) dois nigerianos na capital. Um deles seria pastor evangélico e será indiciado por tráfico internacional de drogas. O outro homem, de acordo com a PF, foi preso em flagrante com um passaporte da África do Sul falso e duas almofadas de carimbos de imigração brasileira falsos.

A chamada operação Cooperação Nigéria é coordenada aqui no Brasil pela delegacia da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Pelo menos 20 policiais participaram da investigação e dizem ter cumprido os mandados de busca e apreensão e prisão.

Na operação, foram apreendidos US$ 4 mil (pouco mais de R$ 8 mil) e sete passaportes que a polícia suspeita serem falsos. Segundo os policiais, o pastor nigeriano já havia sido citado em interrogatórios de outros dois nigerianos presos no Aeroporto de Lagos, capital da Nigéria.

Na ocasião, de acordo com a PF, tanto o transportador da cocaína (chamado mula), que havia saído do Brasil com escala em Dubai, como o traficante que o aguardava, afirmaram que um pastor nigeriano vivia em São Paulo era o responsável pelo tráfico.

Fonte: g1, www.g1.com.br