PI: Detentos tentam fugir de penitenciária abrindo buraco na parede

Tentativa de fuga na penitenciária de Oeiras é abortada por agente penitenciário

Uma tentativa de fuga na penitenciária de Oeiras foi abortada pelo agente penitenciário Francisco Guimarães. Durante o banho de sol os detentos retiraram um ferro de uma carteira escolar, e ao retornarem para a cela tentaram abrir um buraco em uma das paredes.

Desconfiado do comportamento dos presos, e pelo fato da cortina do banheiro estar em outro local, o agente entrou na cela e descobriu o buraco na parede, medindo 45 x 40cm que dava acesso a um corredor que não é visto pelos policiais militares que fazem a segurança no local, numa guarita que fica do lado externo do prédio.

Dos 11 presos que estavam na cela, cinco confirmaram a intenção de fuga. O buraco era camuflado com a cortina e a areia da parede era escondida em baldes usados para lavar roupas. Após a tentativa de fuga, todos foram remanejados para outras celas.

A penitenciária de Oeiras requer uma reforma urgente. As condições de higiene são precárias, assim como toda sua estrutura física. Os detentos reclamam dessa situação, como também a superlotação, uma vez que a capacidade é para 30 presos, e atualmente abriga 65. Outra reclamação dos presos é em relação ao atraso do julgamento.

Outro sério problema é a deficiência de agentes no plantão para dar assistência aos detentos, sendo necessária a convocação de agentes na sua folga para levar os presos às audiências, hospitais e quando necessários escoltá-los para outras unidades penais.

Fonte: muraldavila