PI: Homem é preso acusado de fraude em empréstimos consignados

Após o judiciário revogar, Ministério Público recorreu da decisão.

Um homem identificado como Márcio Gladyson Cunha Nogueira foi preso na sede do Ministério Público de Corrente, após prestar depoimento, na sexta-feira (19). Ele é acusado de organizar uma quadrilha que cometia fraudes em empréstimos consignados em vários municípios da região Sul do Piauí. 

De acordo com o promotor responsável pelo caso, Romulo Cordão, pelo menos 5 mil pessoas foram lesadas pela quadrilha comandada por Márcio Gladyson. O grupo atuava  em nove cidades. No ano pasado, segundo o Ministério Público, a quadrilha conseguiu faturar cerca de R$ 1 milhão. 

Para a maioria das vítimas, que eram analfabetas, ele dizia que o dinheiro seria devoldido pela presidente Dilma. Além disso, alegava que a quantia já havia sido descontada no pagamento deles. Não satisfeito, usava os documentos sem permissão e  fazia um novo empréstismo.

Após o judiciário revogar o mandado de prisão preventiva contra o suspeito, o Ministério Público recorreu da decisão e o juiz Carlos Marcello Sales Campos reconsiderou e emitiu o mandado de prisão preventiva. Ele está preso na 10ª Delegacia Regional de Corrente.

E, em vez do acusado ir até o hospital fazer o exame de corpo de delito, foi o médico quem se deslocou para até a delegacia. 

Fonte: Com informações do Portalcorrente