PI:Acusado confessa que matou e enterrou corpo de filho de policial

O crime ocorreu à beira do rio Mulato, em Amarante, a 160 km de THE

Um jovem identificado apenas como Lucas, de 18 anos, confessou ter matado José Enock Filho, o Zezinho, de 27 anos,filho de um policial que estava desaparecido e foi encontrado morto em um buraco. O crime ocorreu no último sábado (26/12), à beira do rio Mulato, em Amarante. 

Na Delegacia, Lucas confessou que matou e enterrou o corpo do filho do policial
Na Delegacia, Lucas confessou que matou e enterrou o corpo do filho do policial

De acordo com  o tenente Nilton, do Grupamento de Polícia Militar de Amarante, os dois se envolveram em uma briga dentro do Iate Clube da cidade. “Ele (José Enock) entrou em uma confusão durante a festa e chegou a quebrar uma garrafa na cabeça do Lucas”, afirmou Nilton, que segue à frente das investigações.

Segundo ele, Lucas convidou Enock para consumir drogas. Apesar da briga ocorrida no dia anterior, ele aceitou: "O suspeito, na companhia de um menor de iniciais J.P.C.S., convidou a vítima para usar droga nas proximidades do Rio Mulato no sábado (26) por volta de meio-dia. Apesar da briga no dia anterior, a vítima acompanhou os dois”.

“No local do crime, Lucas perguntou se José Enock se lembrava da garrafada que havia lhe dado na cabeça. A vítima negou, mas logo recebeu uma facada e vários chutes”, acrescentou. 

O pai, que é policial,  ainda aparenta está bastante abalado: “Eles levaram o meu filho conversando, e lá no local fizeram o crime”.

osé Enock Filho foi enterrado à beira do rio Mulato, em Amarante
José Enock Filho foi enterrado à beira do rio Mulato, em Amarante





Fonte: Com informações do Somosnoticia