Piauí: Chacina completa nove meses e crime continua sem solução

Quatro pessoas da mesma família são mortas em Francisco Santos.

Inconformado com o crime que chocou o Piauí, Antonio Canabrava chora pela ausência da mulher, Maria Tereza Ferreira Filha Silva, 50 anos; dos dois filhos Fernando Color da Silva, 27 anos, Sivaldo Antônio da Silva, 24 anos, e do primo Anildo Apolinário da Silva, mortos em uma chacina em setembro de 2016, no povoado Belo Monte, zona rural da cidade de Francisco Santos.

“Eu sinto muita dor, saudade e não há explicação. A saudade é irreparável, a dor não tem tamanho”, disse Antônio, durante entrevista ao 70 Minutos, da Rede Meio Norte.

Antonio Canabrava (Crédito: Rede Meio Norte)
Antonio Canabrava (Crédito: Rede Meio Norte)

Na época a polícia informou que pelo menos dois suspeitos participaram da chacina e, devido o modo como o crime ocorreu, a motivação seria vingança ou acerto de contas contra Anildo Apolinário, recém-chegado na cidade e alvejado com quatro tiros, ao contrário das demais vítimas que foram atingidas com um disparo cada uma.

A Delegacia de Polícia Civil de Picos é responsável pela investigação do caso, mas nove meses após o crime ainda não deu esclarecimentos de como anda o inquérito.

“Eu não conto quantas vezes já fui, meu filho também foi e já está até desacreditado no trabalho da polícia”, acrescentou Anotnio, que veio pessoalmente falar com o Secretário de Segurança, Fábio Abreu, e pedir que o inquérito seja concluído.

Francisco Santos (Crédito: Rede Meio Norte)
Francisco Santos (Crédito: Rede Meio Norte)

Segundo o secretário, o inquérito policial será concluído em breve. “Houveram algumas situações: laudos periciais que foram demorados e houve essa troca de regional. Nós, então, tomamos a iniciativa de encaminhar, determinar que uma equipe da Delegacia de Homicídios fosse ficar à frente do inquérito que será encaminhado à Justiça com sua autoria determinada, há uma possibilidade muito grande de nós termos essa autoria determinada, muito provavelmente dessas pessoas suspeitas serem presas”, reforçou.

Antônio Canabrava faz um desabafo. “Nós pedimos Justiça, não pode ficar impune. Quatro vidas foram tiradas e quem deve resposta à sociedade é a polícia. Eu, como pai das vítimas, eu é quem sei o que sinto, nove meses sem resposta. É muito dolorido”, relatou.

Maria Tereza Ferreira Filha Silva
Maria Tereza Ferreira Filha Silva, morta na chacina


Chacina em Francisco Santos

Quatro pessoas da mesma família foram assassinadas com tiros na cabeça no município de Francisco Santos (362km de Teresina), no dia 26 de setembro de 2016. 

Investigação

Uma das primeiras linhas de investigação para elucidar a chacina que vitimou quatro pessoas em Francisco Santos aponta que Anildo Apolinário da Silva poderia ser o único alvo da execução. A informação foi dada pelo tenente Elias de Sousa, relações públicas do 4º BPM de Picos.

Irmãos mortos  na chacina
Irmãos mortos na chacina

Segundo a polícia, Anildo havia chegado recentemente do município de Jaicós para trabalhar na propriedade da família. Ele era sobrinho do casal. Os primeiros indícios que levam a crer que ele seria o alvo dos matadores são a forma como foi morto e a ficha com passagens anteriores pela polícia.

“Por ele ter passagem pela polícia, por ser uma pessoa que vivia de cometer o crime, apesar de ser uma pessoa tida como trabalhadora na agricultura, mas constantemente vivia na região de Jaicós cometendo crime, possivelmente ele seria a pessoa procurada pelos matadores”, informa o relações públicas, na época do crime. 

Corpo de Anildo Apolinário da Silva
Corpo de Anildo Apolinário da Silva



Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com