Piauiense grávida é morta pelo marido em SP

Uma vizinha do casal chamou a polícia e o criminoso foi preso em flagrante na residência após o crime

Um borracheiro de 40 anos assassinou sua mulher, grávida de três meses, e um amigo a facadas na tarde de domingo, 7, na Casa Verde, zona norte da capital paulista, por suspeitar que eles mantinham um caso paralelo. Uma vizinha chamou a polícia e o criminoso foi preso em flagrante, na própria residência.





José Carlos de Jesus Almeida (foto acima) morava há cerca de um ano com a doméstica Maria de Lourdes Oliveira, 28, em uma casa alugada na Rua Carlos Belmiro Correia, e desconfiava que sua mulher tinha um caso com o autônomo Edvaldo Barbosa da Silva, 39, amigo comum do casal, segundo a polícia.



Às 18 horas de domingo, o borracheiro chegou à residência e encontrou Maria de Lourdes e Edvaldo bebendo cerveja e conversando na sala de estar. Tomado pelo ciúme, José Carlos pegou uma faca, golpeou Edvaldo pelas costas e atingiu Maria de Lourdes, que ainda conseguiu fugir para a cozinha, segundo um parente da mulher que preferiu não se identificar.

Lá, a doméstica foi esfaqueada cerca de vinte vezes. Não satisfeito, José Carlos teria voltado para a sala e esfaqueado Edvaldo seguidamente. Ambos foram socorridos ao Hospital do Mandaqui, mas não resistiram aos ferimentos.

Uma vizinha ouviu os gritos e chamou a polícia, que flagrou José Carlos ainda na casa. Segundo um parente de Maria de Lourdes, ela não tinha um caso com Edevaldo, de quem seria amiga, e nunca havia relatado agressões anteriores do marido.

José Carlos foi preso em flagrante por policiais militares do 9º Batalhão Metropolitano e encaminhado ao 13º Distrito Policial, na Casa Verde, onde o crime foi registrado.

NATURAL DE COCAL DE TELHA

Maria de Lourdes é natural da cidade de Cocal de Telha, norte do Piauí. Os pais da vítima são separados, mas residem em Cocal de Telha e são conhecidos como Manoel Mundico (pai) e Helena (mãe). Maria já foi casada com um conterrâneo de nome Marcos, que mora em São Paulo e, segundo informações de populares de Cocal de Telha, este estaria providenciando o translado do corpo.

Maria de Lourdes teve três filhas com o primeiro marido e as filhas chegaram a São Paulo ontem, domingo, para morar com o pai e ficar próxima da mãe. Elas moravam em Cocal de Telha com a avó, que está bastante abalada com a informação.

Fonte: Campomaioremfoco