Piauiense mantida em cárcere privado conheceu acusado pelo WhatsApp

Piauiense mantida em cárcere privado conheceu acusado pelo WhatsApp

Os últimos dias têm sido de tortura psicológica à jovem de iniciais NJS, 18 anos, que afirma ter sido vítima de agressões entre os dias 17 de maio e 23 de junho de 2014. O acusado seria Richard Rodri

Os ?ltimos dias t?m sido de tortura psicol?gica ? jovem de iniciais NJS, 18 anos, que afirma ter sido v?tima de agress?es entre os dias 17 de maio e 23 de junho de 2014.

?

O acusado seria Richard Rodrigues, 22. Ambos se conheceram via WhatsApp. A conversa e o relacionamento ganharam dimens?es ao longo dos dias, at? que ele a chamou para visit?-lo em S?o Lu?s do Maranh?o.

?

Segundo a pr?pria m?e, ela foi mantida em c?rcere privado e sofreu diversos tipos de abusos. A m?e n?o quis ser identificada. ?Eu disse a ela: isso ? um castigo! Eu sou tua m?e e tu deves confiar em mim?. Outra afirma??o da m?e ? que n?o tem condi?es de ficar com a jovem ?porque ela passa a noite inteira na rua e chega somente pela manh??. ?Ele quebrou o celular dela, ficou com o chip e com o cart?o de mem?ria?

?

NSJ continua recebendo liga?es no seu celular todos os dias. Segundo ela, houve tentativas de morte. ?Quem me passou o n?mero dele no WhatsApp foi uma colega minha por meio de um grupo. L? em S?o Lu?s ele me batia, puxava o fac?o para me amedrontar e dizia que ia pegar a arma do pai dele. Ele me mordia toda. As minhas costas est?o todas mordidas. Ele tentou me matar enforcada.?

?

A jovem afirma que somente conseguiu sair de S?o Lu?s com a ajuda de dois amigos do acusado. ?Quando eles chegaram l? ele estava me batendo. Eu estava gritando, chorando e chamaram a pol?cia. Eles providenciaram minha passagem para Teresina.? A pol?cia est? na investiga??o do caso.

?

?Ele me liga com amea?as todo santo dia?, conclui a v?tima.

Fonte: Arbroath
Tópico