Piauienses são presos após matarem desafeto com 10 tiros

Após ser preso, Rogerinho confessou que matou o desafeto

Os piauienses Rogério Mendes Soares, o Rogerinho, de 19 anos e seu colega identificado como Mardonio Soares Pereira, foram presos acusados de cometer um homicídio usado uma pistola 9mm. O caso aconteceu em Luziania-GO.

Após ser preso, Rogerinho confessou que matou o desafeto com dez disparos de metralhadora. Para a polícia,  ele afirma que estava na companhia do Mardonio colega que usava uma pistola e que havia sido ameaçado pela vítima.

Segundo informações extra oficiais, a metralhadora e a pistola são de uso da polícia. A arma teria custado R$ 4.500. As investigações estão em andamento. Rogério Mendes e Mardonio Pereira são naturais e moram em Floriano. 

Image title

 

Fonte: Com informações do Floriano News