Pintor é executado com dois tiros em estrada na zona rural de THE

O pintor deixa dois filhos e esposa

O pintor Antonio Flávio Silva Alves, de 31 anos, foi assassinado às 22h de sexta-feira (07), na estrada do povoado Soinho, na zona rural de Teresina com dois tiros de revólver calibre 38. O auxiliar de necropsia do  IML (Instituto Médico Legal), José Wilson, afirmou que a vítima foi assassinada com um tiro na nuca e outro na região das costelas.

A mulher da vítima Maria do Livramento, declarou que o marido foi vítima de “cheiro do queijo” (termo usado para quando uma pessoa é levada para uma armadilha, emboscada criada para atrair uma vítima para ser assassinada).

De acordo com a mulher, Flávio Silva estava em casa se preparando para dormir quando por volta das 21h30, um vizinho identificado apenas por Rafael, chegou na residência do casal e chamou seu marido para sair.

“Meu marido foi levado para o cheiro do queijo, nosso vizinho foi chamar ele para sair e meia hora depois foi assassinado”, declarou. O pintor deixa dois filhos e esposa. A Delegacia de Homcídios vai investigar o crime, que ainda não teve a motivação identificada.

O IML também registrou a morte por queda de altura do motorista Josimar Plantão Oliveira da Silva, de 66 anos. Ele morava no bairro Monte Alegre, na zona Norte de Teresina. Após sofrer a queda de altura, o idoso foi levado para atendimento médico no HUT (Hospital de Urgência de Teresina), mas não resistiu os traumas e morreu.

Foi registrada a morte por acidente de trânsito do lavrador Domingos Machado José Lopes, de 41 anos. Ele era natural da cidade de Campo Maior, mas morava no povoado Nova Veneza, em Jatobá do Piauí.

Fonte: Com informações do Efrem Ribeiro