PM apreende cervejas e karaokê de festa de réveillon em presídio do AM

Na véspera do Natal, homens também tentaram entrar com cervejas no local

Após interceptar entrega de cerveja de ceia de Natal para presos da unidade prisional de Coari, a Polícia Militar encontrou bebidas alcoólicas e até aparelho de karaokê, que seriam utilizados por detentos em uma festa de réveillon no presídio. O material foi apreendido em celas na véspera das comemorações, nesta terça-feira (31).

Por volta das 11h de terça, policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) em Coari, município localizado a 363 quilômetros de Manaus, receberam denúncias anônimas de que os detentos estavam consumindo bebidas alcoólicas, usando e comercializando entorpecentes.

A Polícia Militar também foi informada de que internos planejavam fugir do presídio. Para a PM, a possibilidade de fuga existia, já que no dia 29 de dezembro de 2013 dois detentos fugiram do local, sendo que um foi recapturado.

Durante a revista nesta terça, foram encontradas 47 latas de cerveja, um celular, três carregadores de celular, um aparelho de DVD (com função karaokê) e microfone. A PM também apreendeu uma porção de bicarbonato de sódio, que pode ter sido utilizado na preparação de drogas.

"Ceia natalina"

Na véspera de Natal, na tarde do dia 24, dois homens foram presos por tentarem entrar com um saco com gelo, latas e garrafas de cervejas na penitenciária de Coari. Eles teriam sido pagos pela esposa de um detento, que os contratou para entregar o presente do marido que seria consumido na ceia de Natal na cadeia. A mulher também foi detida.

De acordo com a Polícia Militar, a dupla foi detida dentro da penitenciária. Os dois homens chegaram a entrar com o saco de cervejas, mas foram notados por policiais na unidade prisional. Ao serem abordados, eles afirmaram que haviam sido pagos pela esposa de um detento para entregar a encomenda, que seria para a comemoração de Natal na prisão.

Os dois homens foram encaminhados à Delegacia de Coari para procedimentos legais. A esposa do preso foi identificada e também foi conduzida à delegacia. Eles deverão aguardar decisão judicial na cadeia.

Fonte: G1