PM com sinais de embriaguez causa atropelamento de idosa

Soldado chegou a sacar uma arma e ameaçar populares; ele está preso.

A manhã desta quinta-feira (15), início de feriadão, foi marcada por graves acidentes de trânsito na região metropolitana de Natal. Após a confirmação de quatro colisões nas primeiras horas do dia, icluindo uma batida frontal envolvendo uma carreta e um Corsa na BR 304, onde quatro pessoas morreram nas proximidades do município de Santa Maria, a Polícia Militar confirmou mais um acidente na capital potiguar.

Aconteceu por volta das 11h, na praia do Meio, quando um soldado da PM foi preso depois de colidir em um carro. O veículo atingido estava estacionado, mas foi empurrado e atingiu uma idosa de 65 anos, que acabou socorrida ao hospital.

De acordo com o sargento Edivaldo da Silva, do 1º Batalhão da PM, o soldado apresentava sinais de embriaguez. Ainda segundo o sargento, o suspeito seguia na companhia de outro homem em um veículo A160 de cor branca. Ao passarem pela rua 25 de dezembro, o automóvel colidiu com um Corsa Classic que estava estacionado. O Corsa foi projetado para a calçada e acabou atingindo Maria Luz do Figueiredo, aposentada de 65 anos.

A idosa sofreu ferimentos nas pernas e foi socorrida ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. O sargento Erivaldo contou que o homem que acompanhava o soldado fugiu depois da colisão. "Para evitar que o policial também fugisse, populares que passavam pela via cercaram o carro", relatou o sargento, acrescentando que o soldado ainda teria sacado uma pistola no momento em que as pessoas se aproximaram do carro. No entanto, o PM teria empunhado a arma ao contrário, segurando a pistola pelo cano. "Eles conseguiram desarmá-lo e o imobilizaram até a chegada de uma viatura", detalhou o sargento Erivaldo. O soldado foi encaminhado à Delegacia de Plantão Zona Sul de Natal.

Fonte: G1